sexta-feira, abril 25, 2008

A parte que me falta ( ? )

Dizer que és a parte que me falta
é uma mentira.
Não sou incompleto,
Não sou dependente,
Sou único.

Dizer que és a parte que me falta
é admitir que para ser Ser preciso do outro
e isso não é necessariamente uma verdade.

Culturalmente, socialmente,
até afetivamente admito:
sim, és a parte que me ajuda a descobrir quem sou
e o que posso fazer para Ser
mas...

Dizer que és a parte que me falta é uma pretensão,
pretensão que pode levar ao tédio, a loucura, a morte ou...
a solidão.

Patrícia Prado

Um comentário:

Águas Escuras disse...

Belissimo seu texto.
Amei....
Verdade mais que pura.

Mas de uma coisa precisamos saber: ninguém nos falta, mas muitos nos completam.